1 de junho de 2011

O que há de pior do que insistir sem fé...??

Tudo tem passado devagar, porém rápido pra que eu possa notar que passou.
Os dias tem sido estranhos e iguais, e eu ainda sem nenhuma resposta.
Não sei de onde tenho tirado fé e vontade, tenho rezado mais do quando realmente precisava rezar...

Quero ter mais paciência, quero ser mais corajosa, preciso querer com mais vontade.
E no meio dessa doidera que tem sido meus dias ainda tenho momentos fantásticos que certamente não esquecerei.
Impressionante é que vejo o tempo passando, tenho visto sim, ria de mim, diga que sou nova, mas na realidade tem coisas que não posso mais fazer... Se eu me esconder em baixo das cobertas, se eu mentir uma dor pra ficar em casa, se eu quiser ter um ataque de ira e dizer aquilo que quero dizer vou estar sendo uma criança...E criança é uma coisa que não sou mais.

Meus olhos, meus movimentos denunciam minha apreenssão quanto ao dia de hoje, quanto aos dias.

Tenho tido medo de atender o telefone e ouvir aquilo que não quero.
Torço pra que desistam de mim, pra que eu possa querer insistir em mim e em alguém.

Tenho apostado meu tempo, meu corpo (da forma mais sincera), minha mente, um pouco das minhas lágrimas em alguém, em um sentimento por alguém... A realidade de que nada dura para sempre não me assusta, me conforta saber que um dia vou deixar de te ter, deixar de te gostar, me faz sorrir é como se a vida dissesse que há como seguir em frente.
Perco a paciência com quem não devia, me apego em pessoas desconhecidas...
Encontro amizade, sorrisos em lugares que nunca imaginei frequentar...

A verdade é que mesmo eu tendo fé, mesmo que eu tenha amor em mim, mesmo que eu queira seguir em frente, mesmo que eu tenha rezado hoje eu já perdi a fé no tempo há dias, porque o tempo muda mas quase nada muda.
O mundo gira, o sol muda de lugar, a lua some, as estrelas dormem e é como se eu soubesse tão pouco sobre tudo a ponto de querer que alguém me diga tudo aquilo que necessito ouvir...

É como se nada mudasse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário